Prótese fixa total aos 91 anos? Sim, por favor!

Prótese fixa total aos 91 anos? Sim, por favor!

Aos 91 anos, o António Teixeira de Carvalho decidiu trocar as suas próteses removíveis por próteses fixas, tanto na arcada superior como na inferior. Ficámos impressionados com a sua força de vontade. É, sem dúvida alguma, uma inspiração!

O motivo para colocar implantes dentários? É um pouco diferente dos casos com que habitualmente nos deparamos!

Assobiar, sim. Mas não com os dentes!

O António resolveu recorrer aos implantes dentários “mais pela música. Aqui, numa palavra, digo tudo!”

A música é, de facto, uma das grandes paixões do António que “sentia que falhava algumas notas”. Segundo ele, “a nota não saía nítida, saía furada”. Que é como quem diz que parecia que, por causa das próteses removíveis, lhe saía um assobio involuntário, devido ao espaço existente entre a prótese removível e a gengiva.

Como mestre da Orquestra de Música Ligeira e Popular Portuguesa de Pedome, em Vila Nova de Famalicão, já não se sentia confortável, apesar de as outras pessoas não notarem.

A par da caça, a música é a grande paixão da vida do António, pelo que um problema que pode parecer pequeno para a maior parte das pessoas, para ele era algo que precisava de ser resolvido o quanto antes.

A confiança no tratamento

Um amigo do António também fez o tratamento connosco e ficou muito satisfeito. Comentou com o nosso entrevistado e sugeriu-lhe a nossa clínica de Braga. Este senhor colocou prótese fixa inferior, mas já pensa em colocar a superior.

Quanto ao António, não perdeu tempo e resolveu logo aderir aos implantes dentários, porque percebeu que esta seria a melhor alternativa para o seu caso.

Quando falámos com ele pela primeira vez, no dia da cirurgia, não estava nada preocupado. Afirmou que não tinha receios e que se sentia confiante, e também não deu sinais de nervosismo.

Apesar do investimento, o nosso paciente achou que valia a pena fazer o tratamento, porque, para ele, o importante é ficar bem!

E, tal como já esperávamos e ele acreditava que iria acontecer, a cirurgia correu bem e sem qualquer incidente. Entretanto, colocou as próteses fixas provisórias, enquanto aguarda para osteointegração para, por fim, poder colocar as próteses fixas definitivas.

Se também tem problemas com as suas próteses removíveis, a sua dentição natural, ou até a falta dela, não perca mais tempo. Se uma pessoa de 91 anos sente que está mais do que a tempo de melhorar a sua saúde oral, por que não o fazemos todos?


One Reply to “Prótese fixa total aos 91 anos? Sim, por favor!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *